ENTREVISTA COM O AUTOR ANTONIO CHIAROTTO FILHO
O Editor do Portal Cranik "Ademir Pascale"  entrevista o escritor Antonio Chiarotto Filho
 (22/02/14)

CONHEÇA OUTRAS ENTREVISTAS ELABORADAS POR ADEMIR PASCALE. CLIQUE AQUI

 

Antonio Chiarotto Filho - Foto divulgação

Ademir Pascale: Como foi o início de Antonio Chiarotto Filho no meio literário?

Antonio Chiarotto Filho: Faço parte do Conselho de Administração de três entidades na área da saúde em São Paulo. É um trabalho voluntário e não remunerado. Canso de ver dinheiro público mal aplicado enquanto muita gente morre sem atendimento as portas de hospitais. Após ler uma matéria de Veja em 2012, onde 90 bilhões de reais foram gastos em publicidade oficial só em 2011. Fiz uma pesquisa e descobri que era dinheiro suficiente para construir 1.500 hospitais. Fiquei indignado. Na época escrevia uma obra de ficção. Dei uma parada e seis meses depois num estirão, em abr/2013, “JP” estava pronto. Escrevi do jeito que gosto de ler. Há um pouco de tudo, comédia, mistério, suspense, drama e um tiquinho de romance. Apesar da seriedade dos temas abordados meu principal objetivo é de que o leitor se divirta.

Ademir Pascale: Você lançou recentemente o livro "JP Um Sonho de... Presidente". Poderia comentar?

Antonio Chiarotto Filho: “JP” foi auto publicado e lançado em abr/2013 em uma noite de autógrafos inesquecível para mim com a presença de mais de 250 amigos. Generosamente 160 deles levaram a o livro com direito a autógrafo. É uma obra de ficção mas transmutada de muitas realidades, especialmente com relação a forma como os governantes tratam os recursos públicos.
Trata-se da história de um cidadão simples, mineiro residente em São Paulo, ex-gerente de garagem de ônibus, que por conta de um sonho estranho acorda no quarto do Presidente da República. Por mais que tente não consegue acordar. O pior é que é o único que sabe dessa situação, e no fim tem de agir como a maior autoridade do país. Enfrenta situações das mais variadas, algumas muito sérias e outras divertidas. Como conheço os números ligados a área da saúde, dei grande importância ao tema, buscando sempre demonstrar que tudo pode ser resolvido no governo. Basta ter boas intenções e uma firme vontade de acertar, colocando a frente o bem comum. Infelizmente nos dias que correm vemos o contrário.

Ademir Pascale: Poderia destacar um trecho do seu livro especialmente para os nossos leitores?

Antonio Chiarotto Filho: “O homem abriu os olhos e quase morreu de susto. Uma mulher morena tocava seu ombro. Nunca a vira em toda sua vida. Cabelos e olhos escuros. Mais ou menos de sua idade, bem vestida e perfumada. Dava para sentir o perfume de longe. Olhou ao redor. A cama não era a dele. O quarto era completamente diferente. Amplo, todo branco, com grandes janelas, pelas quais o sol da manhã entrava por todos os lados. Totalmente perdido, cabelos desalinhados e um olhar espantado, pergunta: - Quem é você? Onde estou?
Frases: “Minha proposta além daquelas já expostas é a de que devemos repensar porque um deputado que ganha mais de 25 mil reais por mês, mais verbas de representação, moradia, etc, deverá ter ainda um automóvel com todas as despesas em que isso implica. E tudo pago pelo governo, ou seja, o povo”
“Qual é a lógica que transforma um deputado ou senador num ser tão especial que necessite de todo esse caro aparato?”

Ademir Pascale: Como os interessados deverão proceder para adquirirem um exemplar do seu livro?

Antonio Chiarotto Filho:
Através do blog www.antoniochiarotto.com.br
Via e-mail: a.chiarotto@uol.com.br

Ademir Pascale: Trabalha atualmente em novos projetos literários?

Antonio Chiarotto Filho: Sim. Embora tenha me dedicado a divulgação do livro “JP Um Sonho de...Presidente”, retomei a escrita da obra anterior. Trata-se de uma obra ficcional ambientada nos EUA, país onde estive várias vezes a trabalho. A história discorre sobre uma pessoa que tem um dom especial.

Perguntas Rápidas:

Um livro: O Testamento
Um(a) autor(a): Morris West
Um ator ou atriz: Antony Hopkins
Um filme: As sandálias do pescador.
Um dia especial: O dia em que nasceu meu primeiro filho.

Ademir Pascale: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Antonio Chiarotto Filho: Creio que escrever é abrir uma janela para o mundo, lembrando sempre que ele está do lado de lá. Aconselho todas as pessoas a escreverem e divulgarem suas idéias, pensamentos, poesia, histórias, ditos, provérbios, seja lá o que for, não importa. O mundo sempre será menos interessante sem elas! 

Leia a crítica de Marli Berg, jornalista, crítica teatral, colunista literária de "Ele Ela", "Manchete", "O Globo" e autora de romances de ficção: clique aqui.

Faça o download do release do livro "JP - Um Sonho de...Presidente": clique aqui.

CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA SABER MAIS
 
JP - Um Sonho de... Presidente - Antonio Chiarotto Filho

 

© Cranik

*Você poderá adicionar essa entrevista em seu site, desde que insira os devidos créditos: Editor e Administrador do http://www.cranik.com : Ademir Pascale - ademir@cranik.com - www.twitter.com/ademirpascale
Entrevistado: Antonio Chiarotto Filho
E nos informar pelo e-mail: ademir@cranik.com  

Indique esta entrevista para um amigo! Clique Aqui      

 
 


© Cranik - 2003/2014